Artigo

Telegram vs. Clickbait

2 minutos de leitura

Visualização de canais privados

Em sua atualização mais recente (inicialmente somente para algumas plataformas), o Telegram permitiu a visualização de canais privados sem a necessidade de inscrição prévia. Essa ação parece vir para combater um tipo de atitude bastante comum hoje em dia: o clickbait.

O clickbait, uma espécie de anúncio falso, que faz uso de links projetados para chamar a atenção e motivar os usuários a assinar o conteúdo vinculado e tem como uma característica definidora ser enganoso.

Anteriormente, a inscrição em canais privados era obrigatória – caso contrário, o conteúdo não poderia ser visto. Dessa forma, eles são bastante utilizados para a promoção de conteúdos de forma desonesta.

Os usuários são atraídos pelo clickbait por meio da publicidade em chats e, para obter as informações desejadas, são obrigados a se inscrever nestes. Com isso, muitas vezes os usuários permanecem inscritos nestes canais recebendo publicidade não desejada, seja por esquecimento, seja por desconhecimento do processo de desinscrição.

Agora, esse tipo de comportamento desonesto não mais irá funcionar.

Canais privados com audiência de mais de 200 inscritos agora podem ser visualizados por até 5 minutos sem a necessidade de inscrição. Somente após passado esse tempo, o Telegram solicitará que o usuário assine o canal ou o deixe.

No momento, esse comportamento está disponível apenas para os clientes Telegram para iOS e Telegram para macOS. Muito possivelmente, em breve essa característica será adicionada aos demais clientes.

Como resultado, é possível que o ecossistema do Telegram deva ficar mais transparente, pois os clickbaits não farão mais sentido e a publicidade poderá vir a se tornar mais “honesta”.

Fonte.


Compartilhe este artigo!